Colheita da aurora

(para Victor Asselin)

Victor lutou pela paz
em ravinas de pedra,
semeou lírios azuis
num céu em chamas,
dividiu com os pobres
seu coração de hóstia,
agora desce da cruz
que perfumou sua noite
e vai colher a aurora.

Cesar Teixeira

Faleceu ontem, aos 85 anos, o padre Victor Asselin. Na imagem acima o autógrafo que deu a minha esposa, quando do lançamento da segunda edição de seu fundamental Grilagem: corrupção e violência em terras do Carajás, livro que dedicou “A todos os lavradores que morreram na luta pela terra e a todos aqueles que ainda hoje residem no Maranhão e em todo o Brasil defendendo o direito de viver e de ser gente, ofereço os anos de trabalho e de esperança destas páginas”.

Autor: zema ribeiro

homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s