Temporada Paulo Leminski 8

A SAIDEIRA

Conforme prometido por este blogue, a Temporada Paulo Leminski se encerraria com a chegada de meu exemplar de Toda Poesia, mote da mesma.

Hoje não tem prosa, poema, vídeo, música, entrevista de nosso homenageado nem alguém dizendo algo sobre ele.

Hoje troco minha barba por seu bigode, esse vale a pena, enquanto o leio/devoro sentindo o cheiro de sua poesia.

Viva Leminski!

Autor: zema ribeiro

homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s