Adão

“Intelequituais” ufanóides continuam “vendendo” São Luís como Athenas Brasileira enquanto a cidade fecha, uma a uma, suas livrarias e a gente encontra inúmeros exemplares deste personagem de Adão a qualquer hora, em qualquer shopping center, que abrem (mesmo inacabados), um a um, violando legislações ambientais e sem trazer novas livrarias entre suas lojas.

Autor: Zema Ribeiro

Homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais. Pai do José Antonio. Apresenta o Balaio Cultural (sábados, das 13h às 15h, na Rádio Timbira AM) e o Radioletra (sábados, às 20h45, na Rádio Universidade FM). Coautor de "Chorografia do Maranhão (Pitomba!, 2018). Antifascista.

5 comentários em “Adão”

  1. bota triste nisso, meu caro joão! alegria recente minha, pasme!, foi ter conseguido comprar o ‘avenida brasil’ do luiz gê na nobel do são luís. vou ler seu texto, sacar o blogue e conferir a próxima parte do artigo no jp. obrigado! abração!

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s