O engodo Paula Fernandes

(OU: A FALSA NINFETA)

“A marca registrada da mineira são os figurinos com cintura marcada, decotes e minissaias. Ela sabe o que isso provoca. “Paula sempre pede para encurtar a saia e apertar a cintura o máximo que puder”, conta Fabiola Senra, consultora de estilo da artista. Fora dos palcos, usa blusinha e calça jeans. “Ela já me disse que não gosta do visual ‘Barbie sertaneja’, mas são negócios”, diz o amigo e ex-assessor da cantora, Mauricio Santini. Gostando ou não, o fato é que Paula não está preocupada em ser cool. Ela representa o oposto das cantoras festejadas pelos críticos, como Tiê, Karina Buhr e que tais: usa de todo o seu arsenal para ser cada vez mais popular e ganhar dinheiro. Tem funcionado.”

Antes do vídeo, trecho da matéria Lady Paula, assinada por Ana Luiza Leal na revista Alfa [nº. 15, nov.2011, p. 78-79, Pelé na capa].

No vídeo, Paula Fernandes canta e dança um tema da novela global O Clone, recentemente reexibida [a ele chegamos, na busca do YouTube, através de dica em outro trecho da matéria, p. 80].

A confissão acerca do visual ‘Barbie sertaneja’, na modesta opinião deste blogueiro, traduz o que de fato é Paula Fernandes: um engodo. Antes, confesso: o er… an… crítico musical que aqui lhes escreve um dos que sempre que necessário elogia merecidamente estrelas como Tiê, Karina Buhr e não só, Céu, Mariana Aydar, Tulipa Ruiz, Juliana Kehl, Ceumar, Patrícia Ahmaral, Roberta Sá, Lena Machado, Tássia Campos e tantos outros nomes deste país de cantoras.

Quiçá não seja só o virual ‘Barbie sertaneja’ o que lhe desagrada: talvez Paula Fernandes sequer goste de música sertaneja, tendo caído de paraquedas no filão. Isto é, canta música sertaneja como poderia cantar qualquer outra coisa que esteja (ou estivesse) fazendo sucesso (forró, pagode, calipso etc.) e isso nada tem a ver com versatilidade. Se não, vejamos: ela estourou para o Brasil após um mise-en-scène em que era a ninfeta derramando-se para o “coroa” mais popular do país (em termos musicais, já que outro “coroa” superpopular estrela a capa de Alfa): Roberto Carlos. A partir daí tem sabido como ninguém explorar sua imagem, vide, novamente, as confissões da matéria (ou do trecho que recortamos para acá).

Ou seja, “a imagem sexy no palco e o vozeirão de mulher em contraste com o jeitinho virginal e meio moleca virou a cabeça dos homens” [Alfa 15, p. 76]. O que ela quer é capitalizar, discordo com o “vozeirão” (ela quase não abre a boca para cantar e isto está longe da naturalidade de, por exemplo, Marisa Monte). Paula Fernandes sabe que a beleza não dura para sempre, logo, o quanto puder ganhar em menos tempo, usando mais da beleza (fabricada?) que do canto (idem?), ganhará, para que, em poucos anos, passado seu boom, possa gozar uma confortável aposentadoria.

Em tempo: Paula Fernandes se apresenta hoje em São Luís, na Nova Batuque (Cohama), à caça de mais níqueis para atingir seu intento.

Autor: Zema Ribeiro

Homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais. Pai do José Antonio. Apresenta o Balaio Cultural (sábados, das 13h às 15h, na Rádio Timbira AM) e o Radioletra (sábados, às 20h45, na Rádio Universidade FM). Coautor de "Chorografia do Maranhão (Pitomba!, 2018). Antifascista.

46 comentários em “O engodo Paula Fernandes”

  1. A composição de Paula Fernandes atende aos anseios da maioria, assim com a composição das artistas cool – louvadas pela crítica – atende aos anseios dos críticos; A questão é se perguntar o que a música ganha com artistas como PF; a questão é saber aceitar que alguém precisa saciar a necessidade da maioria – o que as cantoras cool não conseguem.

  2. Ela é uma artista que representa Minas e com muito orgulho. Não existe nada de menor na música dela. E sim ela é a maior cantora do país. Cantora, compositora e instrumentista. Se foi convidada pelo Roberto Carlos, foi por mérito. Coisa que nenhuma das suas queridas cantoras conseguiu. Mas não que eu não deseje, somente porque elas realmente não cativam ninguem. Só cativam chatos que se acham superiores. Nós mineiros temos orgulho sim das nossas origens e da nossa cultura. Vc não é ninguém pra querer diminuir Minas Gerais.

  3. Calma meu povo.O autor não está fazendo uma cruzada anti-minas nem anti-sertanejo.Só explicitando a sua opinião sobre um tipo de cantora bem discutível convenhamos.Não se pode criticar porque?Tem bilhões falando bem,alguém tem que criticar.

    Obs: Em tempo,eu também acho essa PF(prato feito?)sob medida para as massas,ou seja mais um produto artificial tal qual a baiana Ivete Sagalo e outras tantas.

  4. Não li nada contra Minas no texto Zema, com o qual eu concordo sem tirar nem botar.
    Minas Gerais é de tal riqueza musical, que ter em PF sua maior representante, como quer o Eduardo, é simplesmente, ignorar a cultura musical mineira e, nela, nomes como Beto Guedes, Clara Nunes, Ataulfo Alves, Milton Nascimento, Tadeu Franco, Godofredo Guedes, Vander Lee, Paulinho Pedra Azul, Fernanda Takai, enfim… tanta gente boa, tanto prato suculento, substancioso que contentar-se com um(a) PF é querer bem pouco de uma Minas enorme, plural e generosa que oferece tanto mais.
    abraço a tod@s.

  5. andré,
    esta é a lógica da indústria. muita gente (de quem hoje já não ouvimos falar) um dia já vendeu um milhão de discos. as cool, creio que nem estejam preocupadas com isso. é questão de gosto? se discute ou não?

    eduardo,
    quando critico paula fernandes não estou criticando minas. em minha modesta lista de cantoras talentosas (leia-se também: de que gosto) cito ao menos duas mineiras: ceumar e patrícia ahmaral. e fora elas há uma pá de artistas mineiros que admiro, desde o pessoal do clube da esquina. apenas emiti uma opinião com base em uma matéria que li: o que esta que tu achas a maior cantora brasileira quer é capitalizar.

    elias,
    paula fernandes para mim está no mesmo balaio de ivete sangalo, aliás, artista citada em outro trecho da matéria da alfa que ora comento.

    pois é, ricarte,
    minas é mais!

    dani,
    há quem ache que é ivete sangalo. há quem ache que é qualquer destas vocalistas de forró de bandas com nomes que agora prefiro não lembrar. eu tenho outras como maiores, tu também deves ter uma lista interessante, saca?

    abraços a todos!

  6. Antes da Paula Ferndades já havia a Sula Miranda (sempre nome composto!) tbm sexualizada, e antes das duas o silêncio….
    Viva a Sula Miranda que foi cool!

  7. Quem são vocês gente! Eu adoro Céu, Bruna Caram, Marisa, Aydar, mas pera lá, dizer que a Paula Fernandes não tem voz…. Eu adoro Beto Guedes, Toninho Horta, Lô Borges e Companhia, não me interessa se ela se veste assim ou assado, o que importa é o que a música traz pra gente…

  8. Antes de tudo, esclareço que não sou o Eduardo mineiro. Mas vasculhando o vasto catálogo da gravadora Sonhos e Sons, do músico Marcus Viana – que aparece tocando violino no vídeo postado por Zema – descobri dois discos da Paula Fernandes, antes dela ter se tornado cantora sertaneja. Não escutei nem vou escutar, mas é uma prova que ela embarcou nessa onda sertaneja por oportunismo, a exemplo de outros tantos artistas. Antes, poucos a conheciam.

    Voltando ao Marcus Viana, ele integrou um interessante grupo de rock progressivo nos anos 70, Saecula Saeculorum. Na década posterior, formou o Sagrado Coração da Terra. E, depois, ficou famoso compondo trilhas de novelas, séries e filmes, fazendo uma música épica, diluída e pseudoétnica.

    Mas no imenso catálogo da gravadora e distribuidora dele, existem raros e excelentes CDs, como os principais discos do Uakti e o primeiro do lendário violonista Marco Antônio Araújo, morto prematuramente em 1986. Estes sim criativos representantes da musicalidade do Planeta Minas.

    Há, ainda, o primeiro disco da cantora mineira Patrícia Ahmaral (citada no post de Zema Ribeiro), produzido por Zeca Baleiro.

  9. rodrigo,
    “eu sou apenas um rapaz latinoamericano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes” nascido aqui na capital maranhense. eu realmente não me importo com a forma como determinado artista se veste, desde que ele o faça por acreditar naquilo. concordo contigo: o que interessa é o que a música traz pra gente e a de paula fernandes não me traz nada.

    eduardo júlio,
    esclarecedor comentário. acho que até agora tem leitor que ainda não entendeu o que escrevi, ou o que me levou a escrever. o uakti que não vimos… e o sesc, hein? nunca se pronunciou sobre a não-vinda do grupo?

    abraços a todos!

  10. PF ou Salsicha?
    “Saciar a necessidade da maioria”.
    O problema é que nesse caso, a Maioria não escolhe o “prato”.
    Aliás, quase nunca escolhe. Come o que tem. O quê escolheram pra ela.
    Alguém já viu a Ceumar ou a Patrícia Ahmaral cantando no Faustão?
    A maioria das pessoas nem conhecem essas artistas, porque escolheram não mostrá-las ao grande público.
    Prova disso é o Eduardo achar que o Zema está ofendendo Minas Gerais com sua reflexão. Sinal que ele não deve nem conhecer essas duas cantoras. (E nem o Zema) Muito menos saber que elas são das Minas Gerais. “Áh Minas Gerais…” Quem te conhece jamais poderia fazer qualquer crítica negativa ao seu povo e seus artistas. Minas é linda. E tenho certeza que o Zema concorda comigo.
    A questão aqui não é cultural e muito menos geográfica. É política e econômica.
    Ou pior, é a falta de políticas de incentivo a cultura e o excesso de interesses econômicos.
    Certa vez, ouvi o Marildo Menegati dizer que cultura no Brasil (entenda-se cultura de massa) é que nem salsicha.
    Quando questionado do porquê de sua afirmação, respondeu perguntando: “Vocês sabem como e de que é feita a salsicha?… mas vocês comem!”
    Vou falar procês… tiro o chapéu pro Zema.
    Uma pessoa, que em termo musicais, tenho certeza que não come salsichas nem PF`s, só banquete da melhor qualidade. Mesmo assim, abdica do seu tempo, pra fazer uma reflexão extremamente importante e necessária. E ainda é obrigado a ouvir desaforo, por ser erroneamente interpretado, justamente por quem mais necessitaria compreender suas palavras.
    Ê ia ia…
    O bom, é que ele não desiste.

  11. é por aí, humberto! por um instantezinho ainda fiquei pensando se o “e nem o zema” entre parênteses fazia referência ao fato de eu não conhecer ceumar e patrícia ahmaral ou ao eduardo (o mineiro) não me conhecer; logo vi, por razões óbvias, que se tratava da segunda opção. se teimosia for qualidade, eis uma que tenho. obrigado pelas palavras, caro amigo. abraço forte!

  12. Com certeza grande Zema.
    Mas sou eu que agradeço pelas palavras.
    Digo isso, porque há poucos dias estava na casa do meu pai, e meu irmão, de 3 anos de idade, estava na frente da TV, cantando e dançando, assistindo um dvd da Paula Fernandes.
    Não tive como não lembrar da minha infância e das minhas, também mineiras, influências musicais.
    Não tive também, como não ficar triste. Porque meu irmão, até estava alegre vendo e ouvindo a Paula Fernandes. Mas, duvido que sentido a mesma emoção com que eu ouvia e imaginava, Milton Nascimento, por exemplo.
    E por fim, eu ia até dizer para os mineiros não se preocuparem porque a Paula Fernandes/artista da vez só é de Minas por acaso, assim como a Ivete Sangalo é baiana e a Claudia Leite é cearense (eu acho). Mas logo pensei que não. Muito provavelmente essa questão geográfica é bastante considerada na hora de escolher quem vai bombar nessa estação.
    Seria ingenuidade minha acreditar que eles não fariam uma pesquisa de mercado antes de iniciar um negócio. É a regra básica do SEBRAE.
    E eu não chamaria de teimosia. Entendo como compromisso, carma… ou qualquer outra coisa que defina uma situação na qual você não pode se omitir.
    Abração meu irmão!
    E muita força!

  13. milton tá aí, meu caro, desde que tu era criança, até agora, quando tu já tem tua criança e por muito tempo permanecerá, mesmo depois que subir, o que, espero, demora. paula, como a sula, passará já já. por isso o interesse em capitalizar o máximo no mínimo de tempo. eu, humildemente, sigo com meu carma, minha missão, meu compromisso, ou seja lá o que for, longe de me aposentar. abraço e força!

  14. Bom,, na minha opnião PAULA FERNANDES é a MELHOR cantora do Brasil,, quisá do Mundo…… Para “estas certas” pessoas q criticam eu acho q ñ tem bom gosto nenhum,, é como o Fausto Silva falou: vc pode até ñ gostar dela, mas o talento da Paula Fernandes é indiscutível!! Eu sou fã e admiro mt a Paula,, respeito quem ñ gosta,, mas desrrespeito quem ñ respeita o gosto dos outros……se vc tem seu gosto tudo bem,, agora pra xingar e falar mal,, eu mando um conselho: procure o seu lugar,, por que isso é concerteza uma inveja tremenda!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  15. victorya: com todo respeito, há três coisas da qual não tenho um pingo de inveja, COM CERTEZA: 1) da paula fernandes (o canto, a beleza, o talento, ou seja lá o que for); 2) de tua opinião; e 3) de tua escrita.

  16. zema: eu discordo totalmente da sua opnião,, acho Paula Fernandes uma ótima cantora e de beleza incomparável e sua opnião absurda,, td bem,, é sua opnião,, mas já q vc gosta d “Expressar sua opnião” tbm deve querer escutar a opnião dos outros e essa é a minha opnião……me dsculpe se vc ñ concorda,, mas eu tbm ñ concordo c/ a sua!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  17. Se vc tem a sua opnião,, ótimo,, mas se quer q a sua opnião seja vista,, terá q ver a opnião dos outros tbm……!!!!!!!!BJOS!!!!!!!!!

  18. é isso ai Victorya daile
    eu tambem naum concordo com issso e to do lado vitoria
    paula fernandes é muito linda gostosa e maravilhosa
    viuuuuuuuuuu e mexe com ela pra vc ver

  19. Concordo com vc Victorya eu tbm sou fã da paula e admito que ela tem um beleza imcomparavél e quem fala que ela é feia não sabe o que é gente bonita , e um recadinho pra vc Senho Zema : Se olhe no espelho antes de falar da Paula

  20. Só sei de uma coisa ela está lá, eu aqui!
    Abra, feche mais a boca, reduza a intensidade do som, não faça caretas….e assim por diante.Pra nada!!!!
    Quem não gostaria de estar no seu lugar? Chegou a fez de PAula Fernandes….e não foi fácil….Parabés…adimiro o que vc conquistou.

  21. Nunca vi uma artista causar tanta inveja como ”PAULA FERNANDES”. Sabe, criticar é muito fácil. Quando falamos o que queremos, podemos ouvir o que não desejamos. Respeito sua opinião, mas faltar com respeito com alguém que está trabalhando honestamente e com dignidade não fica bem nem mesmo pra o melhor dos críticos. (coisa que eu acho que você não é.) Eu acredito que a PAULA FERNANDES nunca falou mal de você. Acho que se alguém lhe faltar com respeito em relação ao seu trabalho, tenho certeza que você não vai gostar, portanto, não é por que você tem um ”blog” que pode ou deve faltar com respeito a qualquer pessoa que seja, faça seu trabalho com dignidade e com respeito a você mesmo e aos outros, isso vai lhe fazer muto bem. Uma coisa que falta muito ainda no ser humano,é ”RESPEITO” por sí e pelos outros. Quanto, ela ganhar dinheiro rápido ou não, ela está trabalhando honestamente e deve não ter tempo pra ficar olhando a vida dos outros, se ela fizesse isso aí sim, seria de péssimo negócio. E você é uma pessoa culta e inteligente deve saber que nada nessa vida é pra sempre. Só ”Deus”.

  22. gerson: não tenho inveja da paula fernandes. “cada qual no seu quadrado”, como diz a música ruim. quem diz se eu sou crítico ou não? você? alguma associação de críticos? como diria o saudoso mestre antonio vieira: “o artista tem que ser sincero”. não acho que seja honesto alguém querer parecer o que não é, moldar a cinturinha em roupas apertadas, cantar o que não gosta para fazer dinheiro rápido, quanto mais, melhor, já que você mesmo diz que eterno só deus.

  23. meu caro zema ribeiro, suas opiniões retratam com clareza o baixo nível cultural ou quiça o processo de desaculturação e deseducação a que somos submetidos governo após governo atendendo aos ditames do grande capital! comprovadamente o pensamento reflexivo, a opinião construída não estão nos planos dos que nos desgovernam….seu blog é território de resistência a estes comandos que nos querem fracos, efêmeros e tolos!!!!! “sen perder la ternua jamás!!” juarez sabóia, eu apoio!!!!

  24. Desculpe,mas deste quando “abrir bocão” é sinal de vozeirão!?Pra mim ter vozeirão é cantar sem esforço,sem caretas,sem “sofrimento”.Ex:Gal Costa,que canta sorrindo,James Taylo,Emílo Santiago…O cantor(a) ao cantar deve fazer cara de prazer…facilidade…não de sofrimento e esforço!!!A voz quando é “vozeirão” sai naturalmente,sem esforço!!
    Quanto as cantoras ditas “elegantes” e “alternativas”,tenho certeza que muitas delas,se tivessem oportunidade,mudariam rapidamente de estilo se o sucesso lhes fosse garantido!!

    1. quem é autêntico não precisa ficar mudando de estilo. e sucesso não é tudo. às vezes se chega ao máximo do sucesso e ele dura dois anos, depois acaba, passou, pronto!

  25. Não sou super-fã da Paula Fernandes,e em muito concordo com o que você diz,exceto,o ponto onde você observa que ela quase não abre a boca pra cantar,!!Em se tratando de interpretação,volume não é tudo,muito menos caretas e bocarras!!Abaixo os chatos(as) berradores que acham que cantar é sair por aí desperdiçando notas e nos assustando com suas caretas!!!
    Mas,cá entre nós:um sucesso de dois anos no máximo,seria o sonho de muito artísta.E outra coisa que também não é tudo é o dinheiro nê?Mas tente viver sem ele…!!E outra:experiemnte ser totalmente autêntico por uma semana e com certeza arranjará muitos problemas.E outra,será que ser “alternativo” é sinônimo de autenticidade?
    No mais adorei seu blog,e entendí sua crítica a Paula Fernandes!!
    Beijos!!

  26. carla, não critico paula fernandes por não abrir a boca para cantar só por isso. só quis dar um exemplo. marisa monte, cantora que muito me agrada, tem naturalidade e quase não abre a boca para cantar. isto é, não faz esforço nenhum, a coisa é natural. artistas que sonham com sucesso de um ou dois anos, em geral, querem ser celebridades, isto é, não são artistas de fato. artistas de verdade fazem sua obra, sem preocupar-se com mercado, vendas, dinheiro e coisas assim. eu sou autêntico e essa minha condição tem bem mais que uma semana, bem mais que, por exemplo, o tempo que eu blogo etc. o conceito de alternativo é meio complicado, pois quem é alternativo é alternativo a alguma coisa. obrigado pela leitura atenciosa. abração!

  27. Zema,

    Paula Fernandes começou a carreira cedo, e aos doze anos já cantava em rodeios. A ligação dela com mundo sertanejo, portanto, vem de longa data.

    Sua afirmação de que ela “talvez sequer goste de música sertaneja … tendo caído de paraquedas no filão” não passa duma conjectura fraquinha, de quem pesquisou pouco sobre a vida da artista.

    No entanto o visual “Barbie sertaneja”, realmente parece ter sido fabricado para ajudá-la no sucesso comercial. Neste ponto é falso, pois não é natural nela.

    Falo isto principalmente porque a conheci em 2009, quando ela ainda não era tão famosa. Fui no show dela por acaso, e fiquei impressionado com a bela voz, e as canções sertanejas que ela mesmo compôs. Achei a qualidade das letras e da melodia muito superiores ao restante do mundo sertanejo, como “Meu Eu Em Você” composta por ela.

    Fiquei pensando por que com tanta qualidade como cantora e compositora ela ainda não fazia sucesso nacional ?

    Naquela época ela se vestia com mais recato, e no palco fazia questão de não usar muito a sensualidade. Isto me chamou tanto a atenção que, ao final do show, fui pedir autógrafo, e perguntei se não seria bom para carreira que ela fosse mais sensual no palco.

    Brincando citei até uma dança sensual, o Zouk, que ela poderia mesclar com sertanejo. Ela riu, e até com certa timidez, disse que talvez ficasse vulgar, e ela não gostaria de parecer assim.

    Embora ela fosse simpática, eu a achei com olhar triste. Quando ouvi a musica “Jeito de Mato” achei que era biográfico. Depois soube que de fato a letra era um poema dedicado a ela pelo Maurício Santini: http://msantini.blogspot.com.br/2011/07/jeito-de-mato-poema-de-origem-da-letra.html

    Alguns milhões de disco vendidos depois ela
    não se importa de ter um look vulgar. Mas ainda está longe de ser um engodo, com sua bela voz vocal e seu talento como compositora.

    1. obrigado, ronaldo. um comentário elegante e que acrescenta, embora eu ainda prefira cantoras que vendem menos, sem depender do apadrinhamento d”o rei” e mantêm a autenticidade. abração!

  28. Zema:ser artísta é um caminho longo e árduo para alguém que deseja ser celebridade.Diferente do glamour do qual desfrutam(ou aparentam desfrutar) 0,0000001% da classe artística,e que seduz os mais desavisados!
    Nada disso!!9,9999999 dos atores,cantores,etc estão aí,mostrando seu trabalho,naquele restaurante que você vai,naquela casa noturna que você frequenta,no teatro da esquina…etc, e apesar de muito distântes de todo este glamour, estão aí!!Isso é ser artísta!
    Acontece que chegamos num ponto onde a “democratização” da arte fez com que talvez tenhamos mais candidatos a cantores que consumidores!Por isto,neste novo mercado, o artista,independente de estilo, que consegue a atenção de seus ouvintes por 15 minutos,já pode se considerar feliz!Por dois anos então??!!Nossa!!!Dá pra fazer uma poupança e se aposentar!!Celebridades?Eu aconselharia uma inscrição no BBB!!!

    1. temos muita oferta, mas também há bastante procura, tanto por porcaria como por arte de qualidade (redundância proposital, já que arte sem qualidade nem deveria ser considerada arte). cada um deve saber o que quer… abraço!

  29. Senhor Zema. Respeito sua opinião, mas como crítico de qualquer coisa que seja, o mínimo, mínimo, que deveria fazer antes de criticar algo ou alguém, seria pesquisar sobre a história daquilo se pretende criticar. Isso demontra acima de tudo profissionalismo e respeito meu caro! As colocações que o senhor faz a com relação a forma de cantar, e seu questionamento sobre o gosto duvidoso da cantora Paula Fernandes pela música sertaneja, são totalmente fantasiosos! Paula Fernandes é inegavelmente um dos maiores talentos femininos deste país. Poucas vezes na vida ouvi uma cantora com um timbre de voz tão bonito e com tamanho talento para compor, quanto Paula Fernandes! Concordo apenas em parte no ponto em que refere-se às roupas de palco da cantora, mas isso é apenas trivial. Se soubesse o mínimo a respeito da história de vida e de carreira dela (tem 20 anos de carreira), tenho certeza que a respeitaria muito mais como cantora e como pessoa! Por isso faço das palavras do Ronaldo (logo acima) as minhas!
    O que faz de um crítico, um bom crítico de respeito, é assumir seus erros.

  30. mariana, não há erro aí. há opinião, e essa pode divergir da sua. este texto, antigo, diga-se, é um comentário meu a uma matéria publicada em uma revista. não é um perfil, reportagem ou tratado sobre a cantora, algo que, aí sim, justificaria uma pesquisa mais a fundo. a cantora pode ter 20 anos de carreira, mas pegou carona na onda do sertanejo, pois quando o gênero não era moda, ela foi cantar outras coisas, e o vídeo embedado aí prova isso. resta saber o que acontecerá quando a moda sertaneja universitária passar, mas aí eu não opino: sou, se muito, crítico, não adivinho. abraço!

  31. Paula Fernandes é um talento. Ao meu ver o empresário (s) está conduzindo a carreira da mesma de uma forma que tende a expor sua imagem de forma massante. Fui a um Show em uma cidade de Minas Gerais onde o contexto era festa de peão. O que percebi foi que o show da Paula não se encaixava aquele ambiente, pois o mesmo público que pulava com a apresentação de uma dupla sertaneja local não curtiu o som da Paula que em 2009 era mais “raiz” vou assim denominar. Embora ela tenha cantado umas duas músicas mais dançantes era notável a predominância das melodias com estilos mais comparados com som de Almir Sater e outros do gênero.
    O que quero dizer com isso é que Paula Fernandes é uma talento grandioso dessa terra chamada Brasil. Infelizmente a carreira está sendo conduzida de forma repetitiva no estilo “capitalismo Selvagem ” e percebo que com isso perde-se muito desse talento de várias formas. Seja com apresentações onde é visto uma moça que é um personagem que se distancia cada vez mais da Paula, uma garota que compõe canções lindíssimas falando de natureza e coisas simples que emocionam. Perde-se no figurino que na minha opinião também está longe da realidade dessa mulher lindíssima mas que está longe de ser esse mulherão que a mesma assessoria está vendendo.
    Sou fã de Paula e por isso mesmo me sinto apta a deixar aqui minha opinião a respeito. Uma pena constatar que uma artista da qualidade da mesma só consegue seu “lugar ao sol” depois de se apresentar em programas dominicais de qualidade duvidosa como o Domingão do Faustão. Discordo dessa mídia que aliena e deturpa. Mas infelizmente essa é a mídia que impera nos canais abertos do Brasil. Acho lamentável, mas assim é.
    Parabéns pelo blog Zema, é bem legal.
    Um abraço!

    1. Paula Fernandes é um talento. Ao meu ver o empresário (s) está conduzindo a carreira da mesma de uma forma que tende a expor sua imagem de forma massante. Fui a um Show em uma cidade de Minas Gerais onde o contexto era festa de peão. O que percebi foi que o show da Paula não se encaixava aquele ambiente, pois o mesmo público que pulava com a apresentação de uma dupla sertaneja local não curtiu o som da Paula que em 2009 era mais “raiz” vou assim denominar. Embora ela tenha cantado umas duas músicas mais dançantes era notável a predominância das melodias com estilos mais comparadas com som de Almir Sater e outros do gênero.
      O que quero dizer com isso é que Paula Fernandes é uma talento grandioso dessa terra chamada Brasil. Infelizmente a carreira está sendo conduzida de forma repetitiva no estilo “Capitalismo Selvagem ” e percebo que com isso perde-se muito desse talento de várias formas. Seja com apresentações onde é visto uma moça que é um personagem que se distancia cada vez mais da Paula, uma garota que compõe canções lindíssimas falando de natureza e coisas simples que emocionam. Perde-se no figurino que na minha opinião também está longe da realidade dessa mulher lindíssima mas que não é esse mulherão sexy que a mesma assessoria está vendendo.
      Sou fã de Paula e por isso mesmo me sinto apta a deixar aqui minha opinião a respeito. Uma pena constatar que uma artista da qualidade da mesma só consegue seu “lugar ao sol” depois de se apresentar em programas dominicais de qualidade duvidosa como o Domingão do Faustão. Discordo dessa mídia que aliena e deturpa. Mas infelizmente essa é a mídia que impera nos canais abertos do Brasil. Acho lamentável, mas assim é.
      Parabéns pelo blog Zema, é bem legal.
      Um abraço!

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s