QUINTA DE PRIMEIRA

A revista que Iramir Araújo e cia. lançam na quinta-feira (2) é das várias coisas que ficaram pendentes na gestão passada do governo (leia-se: Jackson Lago, governador do Maranhão; leia-se: Joãozinho Ribeiro, secretário de estado da cultura do Maranhão). É das várias coisas que levarão o horroroso “trenzinho colorido” com o arrogante “de volta ao trabalho”, logomarca do velho “novo tempo” (aliás, como estão horríveis viaturas e prédios públicos “coloridérrimos”) a indicar o apoio do “Viva Cultura”, a cultura mais morta que nunca, com o retrocesso total no setor. Quem discordar, responda: cadê os editais?

Alguns “artistas” irão calar, com medo de perderem a boquinha, de não mais serem “ajudados” (sim, meus caros, no Maranhão, isso ainda é possível) etc. Não é o caso de Iramir e cia.: a revista Balaiada tem texto de apresentação de Joãozinho Ribeiro.

Acho justo que sejam colocados os pingos nos is.

O serviço do lançamento ‘tá no convite abaixo:

Sobre a revista, escrevo em breve, que eu mesmo ainda não li. Mas em se tratando de Iramir e cia., sei que vem coisa fina por aí.

Autor: Zema Ribeiro

Homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais. Pai do José Antonio. Apresenta o Balaio Cultural (sábados, das 13h às 15h, na Rádio Timbira AM) e o Radioletra (sábados, às 20h45, na Rádio Universidade FM). Coautor de "Chorografia do Maranhão (Pitomba!, 2018). Antifascista.

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s