Diário Cultural de hoje

Notas ligeiras para o leitor que corre, corre, corre

Com o corre-corre dos leitores, e o corre-corre do colunista, diversos toques ligeiros. Confira abaixo.

[Na nota sobre a peça “O acompanhamento”, faltou eu dizer que são os atores: César Boaes e Jorge Choairy. Errata aqui, agora; domingo no impresso. Sobre “Paisagem feita de tempo”: estou na equipe de “feitura” da obra, preparação dos originais, revisão etc.]

Consórcio social da juventude

Acontece hoje o encerramento das atividades da primeira etapa do Consórcio Social da Juventude da Ilha de São Luís. Na ocasião, será lançado o Prêmio Parceiros da Juventude. No Circo da Cidade, às 16h. Maiores informações pelo telefone (98) 3231-4929.

Audiência pública

No próximo dia 3 de maio, acontece Audiência Pública para tratar da operacionalização dos projetos e ações de incentivo à cultura maranhense, objeto da lei nº 8.319, de 12 de dezembro de 2005, que institui o Sistema de Gestão e de Incentivo à Cultura do Maranhão – SEGIC. A audiência está sendo convocada pela Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia Cultura e Desporto da Assembléia Legislativa, presidida – a citada comissão – pelo Deputado Luiz Pedro, e ocorrerá no Auditório Fernando Falcão, às 15h.

O acompanhamento

Com direção de Marcelo Flecha, continua em cartaz, às terças-feiras, a peça O Acompanhamento, na Associação Teatro Arthur Azevedo (Rua do Sol, ao lado do TAA). Às 20h. Ingressos: R$ 10,00 (estudante com carteira paga meia). Somente às terças-feiras.

Sítio

A revista literária Sítio chega ao seu terceiro número, publicando autores de diversos países – Portugal, Espanha, Brasil, Romênia, Argentina. Até o dia 1º de maio, está recebendo colaborações para o seu próximo número: poesia, conto, crônica, ensaio (máximo de cinco páginas, em word), fotografias, desenhos e ilustrações (em formato tif, jpeg, preto e branco, com um mínimo de 300 dpi para qualidade de impressão). Os interessados devem enviar seus trabalhos para luis.cristovao@atv.pt ou luisfilipecristovao@gmail.com

Paisagem feita de tempo

Dia 28 de abril, Joãozinho Ribeiro lança seu poema maior de idade: Paisagem Feita de Tempo [capa no convite, post abaixo] (escrito em 1985), uma autobiografia poético-sentimental, retratando a São Luís da infância e adolescência do poeta. A festa acontece na Casa do Maranhão (Praia Grande), a partir das 20h. Mais detalhes esta coluna dará em breve. Aguardem!

Autor: zema ribeiro

homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s